sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O compromisso!

Hoje o dia foi braveza, tive um compromisso de manha ( era as 11h, mas por aqui isso é quase madrugada ultimamente) e desde ontem me preparei para tal...rs

Fiz a mala dela ontem, com tudo que se tem direito, e deixei pronta para facilitar, hoje ela acordou as 6h25 da manhã eu acordei dei mamadeira, e coloquei ela na cama com o Dri enquanto eu ia tomar banho, fazer café ( o bendito café que não vivo sem, e não ia sair sem tomar, não dá), saindo do banho pelo aroma no meu quarto notei que ela tinha feito coco ( é o coco dela a gente logo nota), só coloquei a roupa e fui trocar ela, enquanto isso o Dri se arrumou, ficou com ela e eu fui terminar (leia-se uma rápida passada de pente no cabelo).

Saímos de casa 9h18 pontualmente (o processo aí em cima foi longo), marginal cheia, chegamos na sogrinha (chamo ela assim mas de brincadeira, por que não tenho naaaaaada para reclamar dela, nem parece sogra, um amor) umas 10h10, coooorre meu compromisso é as 11h, e preciso pegar a marginal again...

Deixa marido no trabalho, ele foi no caminho me explicando o caminho, RS, sou completamente desnorteada e achei melhor assim, um guia rápido a ficar perdida de carro sozinha para lá e para cá. Cheguei, o mais importante achei, e 11h em ponto estava lá.

Logo voltei para sogrinha e almocei por lá (aproveitei para comer comidinha caseira, a cozinheira aqui, eu, ando muito afim de cozinha não...) Dudinha tava tranqüila em sua Santa cadeirinha ( sim, Santa assim com letra maiúscula e tudo, por que a cadeira é poderosa mesmooo).

Para o resto do relato fazer sentido tenho que contar uma insanidade da minha parte – COLOQUEI UM SALTO – para dar uma cara melhorzinha para o meu vestido preto que esta andando sozinho por aí...

Aproveitei um momento de tranqüilidade da Duda e levantei acampamento, o carro estava um forno (que calor é esse não?!), cadeirinha colocada fomos, ou melhor voltamos para casa, liguei o ar fui regulando a temperatura até o carro ficar fresquinho e a pequena não derreter no bebê conforto.

Primeiro farol, uma resmungada, ok.

Segundo farol, um chorinho, ok.

Terceiro farol, O CHORO MEGA ALTO, pulei na hora.

E assim foi, carro anda Duda para de chorar, carro para Duda CHORA, mas CHORA... ( e assim em segundo parava e em segundos voltava, parecia boneca com botão on/off, se pudesse gravava...)

Quase chegando nem carro andando adiantava, e eu acompanhando tudo pelo retrovisor que estalamos especialmente para vermos ela dirigindo ( não dá para ver aquelas maravilhas, mas deu para notar que ela tava bocejando e com os bracinhos a todo vapor) e eis que passo num buraco e ela acalma, fui para a pista mais tranqueira para andar e PASMEM, ela dormiu, assim com som ligado e carro balançando, é filhota esta pronta para a vida em Sampa...

Chego em casa, desço do carro, com o pé doendo ( a tempos não usava salto) e lá vou eu, pegar Duda no bebê conforto, cadeirinha dela no porta malas ( não ia subir sem ela nem a pau...) e a mala?! Alguns segundo decidi que essa ficava, marido pega depois...

Eis a cena patética, eu me equilibrando no salto, segurando Duda no bebê, a cadeirinha na outra mãe, a chave de casa enroscada no dedo, a do carro na boca, e minha bolsa no ombro lógico. Malabarismo para fechar o carro, segurança de longe vendo tudo ( o tonto nem para ajudar), e a espera do elevador uma vontade imensa de fazer xixi, aí não...

Entalei na porta do elevador para descer com duas coisas na mão, empurrando a porta com a bunda, tive que usar outra tática, sai, manobra para abrir a porta, entrei ela acorda e chora... sai correndo fiz xixi (falando com ela para ela não chorar mais e mais), tirei o salto, quando chego na sala ela volta a dormir, diz se não é pirraça?!

To aqui moída, tudo isso por causa de um compromisso no começo do dia e uma idéia besta de botar salto e olha que o dia nem acabou hein, como deixei marido sem carro preciso ir busca-ló, preciso procurar no Google maps um caminho sem farol...


A sandália


Bom final de semana para todo mundo...!!!!

Beijos meu e da Dudinha, a birrentinha!

5 comentários:

Cyy disse...

Meu Deus, mal sei eu oq me espera...rs
viu as fts do qrto de passarinho q eu fiz tbm??rs
bjusss

disse...

sandalia...! nao uso... uso mais baixinha!
rsrs
bj

Hanna Vonlux disse...

amey o caso,imagina ela chorando nos farois, ela deve adorar andar de carro,rs
tudo lindo aqui bjo

Julia disse...

Ka, primeiramente, adorei a sandália!

Lindo pé!

Sobre a Dudinha abrir o berreiro nos faróis, acho que é normal, a filha da minha amiga é assim, chora que parece que tá apanhando quando o carro para, e quando anda, o choro simplesmente desaparece!

Quando ela me disse, eu duvidei, depois vi com meus olhos, é triste, mas chega a ser divertido que um serzinho tão pequeno já tenha suas preferências!

Super beijo

Juu e Yasmin

Priscila disse...

Ai... meu Deus!!!
Já passei mto por isso tb... e isso é só o começo, viu?! srsrsrs

bjs, Pri
http://maesemfrescura.blogspot.com