quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Um comentário e uma dúvida!


Foto Jana Magalhães - google


Criança é criança e deve ser criança até quando puder, certo? Pelo menos seria o certo!
Hoje antes de buscar Maricota na escola dei uma passada no shopping para comprar presentes ( sim plural, são 4 aniversários, assunto da dúvida abaixo), foi passada mesmo, entrei comprei e sai, mas na saída vi uma menininha (digo menininha por que devia ter no máximo 4 anos, acho eu) chegando com sua mãe e a primeira vista já dava pra ver que ela estava incomodada com alguma coisa.

Ela estava com as buchechas super rosadas, sei sei que isso é comum em crianças e até minha filha fica assim várias vezes, mas olhando para cara da mãe (pitada até a alma) tive minhas dúvidas ( Ok, posso ter sidro cruel). No pé um sapatinho com salto, não era um salto 15 mas era grande o suficiente para eu enxergar sem óculos e a menininha sentar no chão e dar um mini "piti" que queria andar descalça (tava incomodada ou não?). A roupa tinha pintas da última moda, uma calça Phyton. Cabelo semi saído do babyliss. E para arrematar a menina segurava uma bolsinha, e não era qualquer bolsinha não, era uma miniatura de uma grande bem cobiçada por aí ( a mãe tinha a do tamanho grande, fazendo par com a filha). A menininha (como toda criança) era fofa, mas andava devagar, como se estivesse equilibrando tudo aquilo no alto de seus 90 cm (to chutando feio, por que sou péssima nisso) e queria largar a bolsa e tirar o sapato, será que vale, será que ela tava confortável?

Sai do shopping pensando nisso, e olha que olhei a menina por 2 minutos, o tempo de achar minha carteira na bolsa para pagar o estacionamento ( o que admito pode durar vários minutos, rs) e fiquei pensando que quanto mais minha filha poder andar descalça melhor (mesmo por que ela odeia sapato), ficar com os cachos descabelados e usar minha bolsa para colocar todas as "tralhas" dela e ficar com as mãozinhas livres para fuçar/derrubar/mexer/tocar/empurrar/sujar/ lambuzar , assim a parte de gente grande fica para quando ela for gente grande...

Gente opinião minha, ok?! Sei que um dia pode cair na testa e a Maricota sair por aí com minha bolsa, mas por enquanto ela tem tamanho é para ir dentro dela...rs!

Agora a Dúvida...

Maricota esta na escolinha, berçario, na unidade dela tem crianças até 3 anos, os convites das festinhas na escola vem na agenda, com data horário e aniversariante ( todos do mês fazem apenas uma festa, em reunião combinada com as mães). Eu na dúvida comprei um presentinho, no primeiro mês que ela estava lá (presentinho, por que foi uma lembrança mesmo), amanhã tem 4 aniversariantes e lá fui eu comprar os presentinhos. Maricota não participa muito da festinha, eu sei, ela não come o bolo (assim espero), no máximo pode brincar com o balão (que ela ama), será que o presente é válido? Bom acabei optando pela consideração, sim consideração com a mãe que planejou tudo, organizou, fez o bolo, pensou naquilo, nada mais justo que uma lembrança pro seu filho. Se minha filha vai ganhar alguma coisa na vez dela eu não sei, e nem espero retribuição, mas lógico que vou comprar um presentinho pra minha filha também, rs

Quem tem os pequenos na escolinha, o que vocês fazem? É comum a prática de mandar presentinhos? É mico?

E quem não tem filhos na escolinha, acham que sou uma besta? hahah (por ficar com uma dúvida dessa na cabeça a meses...hahahahah)

Aí mãe sofre...

Bjokas minha e de Maricota cheia de festinhas...

6 comentários:

Mariana disse...

Sugiro vc dar uma perguntada na escola sobre como as outras mães fazem...
Sei q tem algumas escolas q nem permitem os tais presentinhos, em outras, se a mãe não manda, "pega mal".... acho q depende do perfil da escola e tb daquilo q vc acha legal e q deve fazer...

Agente especial "mamãe" disse...

Eu sou totalmente contra tornar crianças em mini-adultos, acho over demais sabe, e não falo isso porque tenho menino, se tiver uma menina continuarei pensando igual!!

Quanto ao presentinho eu acho que compraria tmb...rs
bjs

Luiza disse...

Na escolinha do meu pequeno é proibido dar presentinhos, e as festinhas quem dá é a própria escolinha, na verdade elas fazem uma decoraçãozinha básica no berçário com um monte de coisinhas naturebas. Mas eu só descobri isso porque um dia eu perguntei para uma mãe na entrada, pois eu achei estranho ver a mãe do aniversariante entrando junto.

Mas sugiro que você dê uma perguntada sim.


Bjs

Grauce disse...

Tudo tem seu tempo! Quero que meu filho fique vestido como um rapazinho, mas dentro dos limites!

Eu acho um ABSURDO crianças dessa idade maquiadas, com salto alto e cabelos feitos. Uma vez ou outra passar um batom (próprio pra crianças) ou um esmalte ainda vai. Mas essa vez ou outra seria uma festa tipo casamento, 15 anos. E olhe lá!!!

Realmente tem mães que fazem da filha suas miniaturas. Uma criança de 4 anos já tem suas preferências por roupas e calçados!

Sobre os presentes eu compraria. Mas nada muito com muito glamour.

Beijo!

♡ Grauce e Junior ♡

Andrea Fregnani disse...

Eu concordo com vc, quero minha Alice criança de verdade, pode até brincar com minhas coisas como eu fazia com as coisas de minha mãe e tias, mas sair pra rua fantasiada de adulto e ainda por cima desconfortável, isso NÂO!

Quanto aos presentinhos, sim, é legal presentear nas festinhas de escolinha, eu sei pois já dei aula em escola de pequenos, e agora falando como mãe, eu amei cada mimo que Alice ganhou no primeiro aninho dela, nunca pensei que fosse ficar tão feliz com os presentes recebidos por outra pessoa, mas nesse caso a pessoinha é minha filha e é um prazer enorme, depois disso gosto ainda mais de presentear crianças,
bjs

Mona disse...

Olá... Me chamo Monalisa sou supervisora de um Berçário em um escola há 4 anos, tempo sufuciente para ter presenciado e vivido situações diversas de pais e mães "no sense".

Enfim, acredito na infância. Acredito que cada coisa deve ser inserida na vida deles ao seu tempo. Eu os amo e essa fase deve ser respeitada.

Quanto aos presentinhos/lembrancinhas, pergunte sempre à Coordenação da escola. É o mais seguro.

Beijos na Duda Princesa.